Tecnologia do Blogger.
RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] Para resgatar o espírito do Natal




 


 

Para resgatar o espírito do Natal
 
O tempo de Natal acelera a vida nas ruas e aquece o comércio.
O glamour das peças publicitárias e o brilho nas decorações transformam o ambiente ao nosso redor, misturando-se com desejos de paz, harmonia e felicidade.
 
Mesmo sabendo que nenhuma mercadoria anunciada, e até mesmo os votos de Feliz Natal realizam de fato o que prometem, somos envolvidos por um espetáculo contagiante.
 
Por outro lado, o vazio existencial e a busca do sentido da vida seguem nos desafiando.
 
A humanidade anseia pela felicidade, verdade, fraternidade e paz: um anseio universal somente alcançado à luz da revelação de Deus, num menino que nasce em Belém.
 
A celebração do Natal de Jesus tem por objetivo recordar a primeira vinda do Filho de Deus entre a humanidade e ao mesmo tempo nos tornar vigilantes à espera de sua segunda vinda, no final dos tempos.
 
Ante à perda do sentido da vida, temos no Natal do Senhor razões suficientes para aprofundar a nossa espiritualidade "enquanto força do Espírito que sustenta e faz novas todas as coisas" (cf. Ap 21, 5).
 
Especialistas afirmam que o vazio existencial do ser humano na sociedade contemporânea é acelerado pela pressão do consumismo, que valoriza e reconhece a pessoa pelo que ela tem, parece ter ou parece ser.
 
Passa-se então a forjar uma aparência de sucesso, fama, beleza, magreza, não importando o custo.
Isso está afetando profundamente as relações sociais e cotidianas da sociedade, famílias e comunidades.
 
Por outro lado, percebemos uma sede de espiritualidade, revelando a falta que ela faz.
 
As pessoas têm desejos profundos de viver em comunhão ou união com o divino.
 
Por influência da mesma sociedade de consumo, notamos também uma variedade de ofertas e propostas de produtos da fé, nas diversas manifestações religiosas que florescem por toda parte.
 
Nessa busca ávida pelo religioso, criam-se confusões: existem coisas úteis e coisas menos apropriadas.

Na nossa busca, deveríamos sempre nos voltar para Cristo.

Destacamos duas experiências na vida de Jesus, pilares que até hoje sustentam o cristianismo como caminho espiritual: uma experiência mística e outra política.

A mística é a experiência de sentir-se Filho de Deus, enviado entre a humanidade como Salvador e Messias.

Sendo Jesus da mesma humanidade que nós, porque é nosso irmão, essa consciência de ser Filho do Pai abre a possibilidade a cada um de nós de fazer a mesma experiência, sentindo-nos seus filhos e filhas queridos (cfr. 1Jo 3, 1).

Como seria diferente a humanidade se todos soubessem e fossem respeitados como filhos e filhas de Deus, nas diferenças, nas raças e nas culturas!

A segunda experiência de Jesus é de natureza político-religiosa.

Em sua pregação, Ele anunciou que o Reino de Deus está próximo e, de fato, já se encontra em nosso meio (Mc 1, 15).

O Reino é a presença ativa e transformadora de Deus no universo e em cada ser humano.

Jesus revela um Deus cheio de compaixão e misericórdia, que ama e cuida, cura e restabelece a vida.

Ele não se isola das pessoas, mas se aproxima de todos, especialmente dos rejeitados, até porque se não fizesse isso, a encarnação não teria sentido.

O mundo se desenvolveu de maneira extraordinária, e ao mesmo tempo não consegue nos tornar mais humanos.

A sociedade como um todo está perdendo o essencial, a sua alma e os valores que dão sentido à existência.

A espiritualidade existe justamente para recuperar a alma quando a perdemos, a partir de uma união profunda com Deus, viver a solidariedade, a justiça, a paz e a defesa da Criação integrados no seu conjunto com a mesma espiritualidade de Jesus.

Resgatar o verdadeiro espírito do Natal na chegada do menino-Deus nos ajuda a assumir um estilo de vida segundo o Espírito de Cristo, e a contrapor a sociedade do espetáculo e do consumo.

Jaime Carlos Patias, imc




 

 


__._,_._

--
Você recebeu essa mensagem porque está inscrito no grupo "MISTURANDO IDEIAS" dos Grupos do Google.
Para cancelar inscrição nesse grupo e parar de receber e-mails dele, envie um e-mail para misturando-ideias+unsubscribe@googlegroups.com.
Para postar nesse grupo, envie um e-mail para misturando-ideias@googlegroups.com.
Acesse esse grupo em http://groups.google.com/group/misturando-ideias.
Para mais opções, acesse https://groups.google.com/d/optout.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] Sonhos de Natal - Faustino Vicente(som)


                                                                                                                               

                                                                                                                      

Sonhos de Natal

Faustino Vicente

 

Família reunida, mesa farta e muitos presentes, este é o sonho de milhões de pessoas para a festa da noite de Natal. Há os que, mesmo podendo, dispensam essa forma de comemoração. Existem ainda aqueles que, embora desejassem, não participam por mais diversas circunstâncias. Em qualquer das três alternativas é possível um Natal Feliz, desde que se tenha a consciência das reais, e sublimes, motivações que a data representa. Felicidade é, antes de tudo, estado de espírito.

 

A história, e a trajetória triunfal, do anfitrião natalino – Jesus Cristo – nos legou o poder supremo da espiritualidade – "a dimensão mais nobre do ser humano, que o move à transcendência". Ela pode ser manifestada através de ações práticas dos dois mandamentos mais importantes: amar a Deus sobre todas as coisas e, semelhante a este, amar o próximo como a si mesmo. Esse grau de importância foi expresso pelo próprio Cristo, quando questionado a respeito. Na evolução espiritual encontra-se o segredo que harmoniza as necessidades humanas: saúde (física e mental), convivência familiar, relacionamento social, exercício profissional e condições financeiras. O equilíbrio entre esses fatores é decisivo para o nosso bem estar.

 

Devemos nos conscientizar que o responsável pela maior festa da cristandade, também sonhou, quando de sua passagem pela terra. Sonhou com um mundo de fartura para todos, tendo nos deixado a flora, a fauna e os recursos do solo e do subsolo. Sonhou, e pregou, a Paz entre todos os povos do planeta azul. Sonhou com uma sociedade mais igualitária economicamente e mais justa socialmente. Sonhou com a inexistência da discriminação, do preconceito e de qualquer tipo de exclusão social. Sonhou com a prática da fé, da esperança e da caridade – as três virtudes teologais – que podem ser compreendidas pela leitura, e reflexão, dos textos bíblicos.

 

O Natal é uma oportunidade, a mais, para fazermos um balanço da nossa vida espiritual e para erradicarmos as "ervas daninhas", que insistimos em cultivar em nossa mente – os sentimentos negativos. Ler, refletir e vivenciar os ensinamentos contidos na Bíblia Sagrada são as referências que Jesus nos deixou para a conquista de qualidade de vida, de felicidade e da salvação eterna.

 Que, em 2015, cada um de nós dê a sua colaboração para a redução do cruel abismo que separa a ilha de ricos... do oceano de pobres.

***

Ilustração: AlieneImagens: Internet 

 

Texto publicado no Jornal de Jundiaí – Seção Opinião - 16.12.14 

FAUSTINO VICENTE

É Professor, Advogado e Consultor de Empresas.

E-mail: faustino.vicente@uol.com.br

                                                                                                                                                    
                                                                                                                                
 


--
Você recebeu essa mensagem porque está inscrito no grupo "MISTURANDO IDEIAS" dos Grupos do Google.
Para cancelar inscrição nesse grupo e parar de receber e-mails dele, envie um e-mail para misturando-ideias+unsubscribe@googlegroups.com.
Para postar nesse grupo, envie um e-mail para misturando-ideias@googlegroups.com.
Acesse esse grupo em http://groups.google.com/group/misturando-ideias.
Para mais opções, acesse https://groups.google.com/d/optout.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS