Tecnologia do Blogger.
RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] [ HUMOR ] HOMENS TAMBÉM SÃO ...VERDADEIROS AVIÕES! rrrrrrrrrrr

 
 
  
  

 


HOMENS TAMBÉM SÃO ...VERDADEIROS AVIÕES!
 

Pensa que só mulher pode ser comparada a um avião? Não mesmo!!!

HOMENS SÃO OS VERDADEIROS AVIÕES


O Homem, até os 20 anos
:
Avião de Papel.

 



Apenas vôos rápidos, de curto alcance e duração.

 





Dos 20 aos 30
:
Caça Militar.

Sempre a postos, 7 dias por semana. Ataca qualquer objetivo. Capaz de executar várias missões, mesmo quando separadas por curtos intervalos de tempo.

 




Dos 30 aos 40
:
Aeronave Comercial de Vôos Internacionais.



 
Opera em horário regular. Destinos de alto nível. Vôos longos, com raros sobressaltos. A clientela chega com grande expectativa; ao final, sai cansada, mas satisfeita.

 





Dos 40 aos 50
:
Aeronave Comercial de Vôos Regionais.

Mantém horários regulares. Destinos bastante conhecidos e rotineiros.
Os vôos nem sempre saem no horário previsto, o que demanda mudanças e adaptações que irritam a clientela.

 





Dos 50 aos 60
:
Aeronave de Carga.

Preparação intensa e muito trabalho antes da decolagem. Uma vez no ar, manobra lentamente e proporciona menor conforto durante a viagem.
A clientela é composta majoritariamente por malas e bagulhos diversos.

 





Dos 60 aos 70
:
Asa Delta.

Exige excelentes condições externas para alçar vôo. Dá um trabalho enorme para decolar e, depois, evita manobras bruscas para não cair antes da hora.
Após aterrissagem, desmonta e guarda o equipamento.

 





Dos 70 aos 80
:
Planador.

Só voa eventualmente  e com auxílio. Repertório de manobras extremamente limitado. Uma vez no chão, precisa de ajuda até para voltar ao hangar.

 





Após os 80
:
Modelo Antigo.

Só enfeite.

 
 

 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] [ KAKA ] Ah, pois é!

 
 
 
Por uma internet mais segura...
Apague meu endereço.
Repasse com Bcc ou CCo
Meu abraço
Vania
 
 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] [HUMOR ] Momento muito constrangedor!!

 
 
 
Por uma internet mais segura...
Apague meu endereço.
Repasse com Bcc ou CCo
Meu abraço
Vania
 
  



Etá... etá... etá... rsrs... Danou-se...
 
 

 



 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] [ culimaria e interesse geral ] 12 utilidades que você nunca imaginou ser possível com microondas

 
 
 
Por uma internet mais segura...
Apague meu endereço.
Repasse com Bcc ou CCo
Meu abraço
Vania
 
 
 
 

 12 UTILIDADES
QUE VOCÊ NUNCA IMAGINOU SER POSSÍVEL
 EM
 MICROONDAS

 

 

 

Das invenções recentes que vieram pra só facilitar a nossa vida, o microondas é sem dúvida umas das melhores sacadas. Além da rapidez pra aquecer, esquentar, descongelar e até cozinhar pratos inteiros, ele ainda tem a vantagem de ocupar pouco espaço, ser fácil de usar e estar cada vez mais barato.
E o melhor: tem usos que muita gente ainda não conhece e que podem facilitar ainda mais o dia-a-dia de quem não tem muito tempo pra perder. Veja essas dicas!


Limpar esponjas de louça – para desinfetar e desodorizar uma esponja, jogue um pouco de água com vinagre ou suco de limão em cima dela e leve ao micro-ondas por um minuto. Na hora de retirar a esponja, use luvas para evitar queimaduras.





Desinfetar tábua plástica de carne – depois que a tábua estiver bem limpa, esfregue um pedaço de limão sobre ela e leve ao micro por um minuto.




Cozinhar batatas – fure toda a batata com um garfo e leve ao microondas por dois minutos. Depois vire e programe mais dois minutos. Para fazer um purê, aqueça o leite no próprio microondas antes de misturá-lo com as batatas.





Amaciar açúcar mascavo – com o açúcar ainda na embalagem plástica, adicione pingos de água e aqueça em potência média por cerca de dez a 20 minutos.





Descristalizar mel – 
cubra o pote de mel e coloque no microondas na potência média entre 30 segundos e um minuto.





Acelerar fermentação de massas – 15 minutos no micro são capazes de acelerar o processo de fermentação de pães. Coloque a massa em um recipiente grande, cubra com plástico, coloque o recipiente sobre um prato com água e abaixe a potência ao mínimo possível. Aqueça três minutos, deixe descansar outros três, aqueça três minutos novamente e descanse mais seis minutos.




Aquecer kits de primeiros socorros – o microondas também pode ser usado para aquecer pacotes de gel contra dores de cabeça e bolsas de água quente, desde que eles não tenham metais.





Aquecer cosméticos – a cera de depilação e as máscaras faciais, entre outros produtos, podem ser levados ao microondas sem problema.





Assar alho – no forno você gastaria 45 minutos, mas no microondas é possível obter o mesmo resultado em oito. Corte a parte de cima da cabeça para expor os dentes, ponha os alhos em um recipiente com sal e pimenta e regue com azeite. Adicione duas colheres de sopa de água no fundo do recipiente, cubra com plástico e leve para cozinhar em potência média por sete minutos e meio.





Tirar mais suco de frutas cítricas – outra dica super legal. Limas e limões retirados da geladeira podem dar trabalho para soltar o suco. Bastam 20 segundos no microondas para resolver o problema.




Torrar castanhas e coco – 
você gastar apenas 1/4 do tempo que usaria no fogão se tiver microondas em casa . Basta programar cerca de dois a três minutos na potência máxima.





Cozinhar vegetais – não é preciso usar água fervente para cozinhar vegetais no microondas. Basta colocar os legumes em um prato, de preferência uns sobre os outros, cobrir com plástico e cozinhar em alta potência. O tempo varia, por isso é importante ir conferindo a consistência. Cogumelos e espinafre levam 30 segundos, enquanto cenouras, por exemplo, demoram quatro minutos para ficarem prontas.




[Fonte: Terra]
 




 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] Y- Lembre-se..!






 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 


--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "MISTURANDO IDEIAS" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para misturando-ideias@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para misturando-ideias+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/misturando-ideias?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] - PENSE - Cuidado



 



 
 





--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "MISTURANDO IDEIAS" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para misturando-ideias@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para misturando-ideias+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/misturando-ideias?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] PRA DESCONTRAIR - Ops... Tem algo errado...



 




 




__._,_

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "MISTURANDO IDEIAS" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para misturando-ideias@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para misturando-ideias+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/misturando-ideias?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] y-Primeira Depilação de uma mulher!








Relatos da Primeira Depilação de uma mulher!

"Tenta sim. Vai ficar lindo..."

Foi assim que decidi, por livre e espont
ânea pressão de amigas, me render à depilação na virilha. Falaram que eu ia me sentir dez quilos mais leve. Mas acho que pentelho não pesa tanto assim. Disseram que meu namorado ia amar, que eu nunca mais ia querer outra coisa. Eu imaginava que ia doer, porque elas ao menos m...e avisaram que isso aconteceria. Mas não esperava que por trás disso, e bota por trás nisso, havia toda uma indústria pornô-ginecológica-estética.

- Oi, queria marcar depila
ção com a Penélope.
- Vai depilar o qu
ê?
- Virilha.
- Normal ou cavada?

Parei a
í. Eu lá sabia o que seria uma virilha cavada. Mas já que era pra fazer, quis fazer direito.

- Cavada mesmo.
- Amanh
ã, às... Deixa eu ver...13h?
- Ok. Marcado.

Chegou o dia em que perderia dez quilos. Almocei coisas leves, porque sabia l
á o que me esperava, coloquei roupas bonitas, assim, pra ficar chique. Escolhi uma calcinha apresentável. E lá fui. Assim que cheguei, Penélope estava esperando. Moça alta, mulata, bonitona. Oba, vou ficar que nem ela, legal. Pediu que eu a seguisse até o local onde o ritual seria realizado. Saímos da sala de espera e logo entrei num longo corredor. De um lado a parede e do outro, várias cortinas brancas. Por trás delas ouvia gemidos, gritos, conversas. Uma mistura de "Calígula" com "O albergue".

J
á senti um frio na barriga ali mesmo, sem desabotoar nem um botão. Eis que chegamos ao nosso cantinho: uma maca, cercada de cortinas.
- Querida, pode deitar.

Tirei a cal
ça e, timidamente, fiquei lá estirada de calcinha na maca. Mas a Penélope mal olhou pra mim. Virou de costas e ficou de frente pra uma mesinha. Ali estavam os aparelhos de tortura. Vi coisas estranhas. Uma panela, uma máquina de cortar cabelo, uma pinça. Meu Deus, era O Albergue mesmo.
De repente ela vem com um barbante na m
ão. Fingi que era natural e sabia o que ela faria com aquilo, mas fiquei surpresa quando ela passou a cordinha pelas laterais da calcinha e a amarrou bem forte.

- Quer bem cavada?
- .
é... é, isso.
Pen
élope então deixou a calcinha tampando apenas uma fina faixa da Abigail, nome carinhoso de meu órgão, esqueci de apresentar antes.
- Os p
êlos estão altos demais. Vou cortar um pouco senão vai doer mais ainda.
- Ah, sim, claro.
Claro nada, n
ão entendia porra nenhuma do que ela fazia. Mas confiei. De repente, ela volta da mesinha de tortura com uma esp átula melada de um líquido viscoso e quente (via pela fumaça).

- Pode abrir as pernas.
- Assim?
- N
ão, querida. Que nem borboleta, sabe? Dobra os joelhos e depois joga cada perna pra um lado.
- Arreganhada, n
é?
Ela riu. Que situa
ção. E então, Pê passou a primeira camada de cera quente em minha virilha Virgem. Gostoso, quentinho, agradável. Até a hora de puxar.
Foi r
ápido e fatal. Achei que toda a pele de meu corpo tivesse saído, que apenas minha ossada havia sobrado na maca. Não tive coragem de olhar. Achei que havia sangue jorrando até o teto. Até procurei minha bolsa com os olhos, já cogitando a possibilidade de ligar para o Samu. Tudo isso buscando me concentrar em minha expressão, para fingir que era tudo supernatural.
Pen
élope perguntou se estava tudo bem quando me notou roxa. Eu havia esquecido de respirar. Tinha medo de que doesse mais.
- Tudo
ótimo. E você?

Ela riu de novo como quem pensa "que garota estranha". Mas deve ter aprendido a ser simp
ática para manter clientes. O processo medieval continuou. A cada puxada eu tinha vontade de espancar Penélope. Lembrava de minhas amigas recomendando a depilação e imaginava que era tudo uma grande sacanagem, só pra me fazer sofrer. Todas recomendam a todos porque se cansam de sofrer sozinhas.
- Quer que tire dos l
ábios?
- N
ão, eu quero só virilha, bigode não.
- N
ão, querida, os lábios dela aqui ó.
N
ão, não, pára tudo. Depilar os tais grandes lábios ? Putz, que idéia. Mas topei. Quem está na maca tem que se fuder mesmo.
- Ah, arranca a
í. Faz isso valer a pena, por favor.
N
ão bastasse minha condição, a depiladora do lado invade o cafofinho de Penélope e dá uma conferida na Abigail.
- Olha, t
á ficando linda essa depilação.
- Menina, mas t
á cheio de encravado aqui. Olha de perto.
Se tivesse sobrado algum pentelhinho, ele teria balan
çado com a respiração das duas. Estavam bem perto dali. Cerrei os olhos e pedi que fosse um pesadelo.
"Me leva daqui, Deus, me teletransporta". S
ó voltei à terra
quando entre uns bl
ábláblás ouvi a palavra pinça.
- Vou dar uma pin
çada aqui porque ficaram um pelinhos, tá?
- Pode pin
çar, tá tudo dormente mesmo, tô sentindo nada.
Estava enganada. Senti cada picadinha daquela pin
ça filha da mãe arrancar cabelinhos resistentes da pele já dolorida. E quis matá-la. Mas mal sabia que o motivo para isso ainda estava por vir.
- Vamos ficar de lado agora?
- Hein?
- Deitar de lado pra fazer a parte cavada.
Pior n
ão podia ficar. Obedeci à Penélope. Deitei de ladinho e fiquei esperando novas ordens.
- Segura sua bunda aqui?
- Hein?
- Essa banda aqui de cima, puxa ela pra afastar da outra banda.
Tive vontade de chorar. Eu n
ão podia ver o que Pê via. Mas ela estava de cara para ele, o olho que nada vê. Quantos haviam visto, à luz do dia, aquela cena? Nem minha ginecologista. Quis chorar, gritar, peidar na cara dela, como se pudesse envenená-la.
Fiquei pensando nela acordando
à noite com um pesadelo. O marido perguntaria:
- Tudo bem, P
ê?
- Sim... sonhei de novo com o cu de uma cliente.
Mas de repente fui novamente trazida para a realidade. Senti o aconchego falso da cera quente besuntando meu Twin Peaks. N
ão sabia se ficava com mais medo da puxada ou com vergonha da situação. Sei que ela deve ver mil cus por dia. Aliás, isso até alivia minha situação. Por que ela lembraria justamente do meu entre tantos? E aí me veio o pensamento: peraí, mas tem cabelo lá? Fui impedida de desfiar o questionamento. Pê puxou a cera. Achei que a bunda tivesse ido toda embora. Num puxão só, Pê arrancou qualquer coisa que tivesse ali. Com certeza não havia nem uma preguinha pra contar a história mais. Mordia o travesseiro e grunhia ao mesmo tempo. Sons guturais, xingamentos, preces, tudo junto.
- Vira agora do outro lado.
Porra.. por que n
ão arrancou tudo de uma vez? Virei e segurei novamente a bandinha. E então, piora. A broaca da salinha do lado novamente abre a cortina.
- Pen
élope, empresta um chumaço de algodão?
Apenas uma l
ágrima solitária escorreu de meus olhos. Era dor demais, vergonha demais. Aquilo não fazia sentido. Estava me depilando pra quem? Ninguém ia ver o tobinha tão de perto daquele jeito. Só mesmo Penélope. E agora a vizinha inconveniente.
- Terminamos. Pode virar que vou passar maquininha.
- M
áquina de quê?!
- Pra deixar ela com o p
êlo baixinho, que nem campo de futebol.
- D
ói?
- D
ói nada.
- T
á, passa essa merda...
- Baixa a calcinha, por favor.

Foram dois segundos de choque extremo: "Baixe a calcinha".... como algu
ém fala isso sem antes pegar no peitinho? Mas o choque foi substituído por uma total redenção. Ela viu tudo, da perereca ao cu. O que seria baixar a calcinha? E essa parte não doeu mesmo, foi até bem agradável.

- Prontinha. Posso passar um talco?
- Pode, vai l
á, deixa a bicha grisalha.
- T
á linda! Pode namorar muito agora.
Namorar...namorar?!... eu estava com
sede de vingan
ça.
Admito que o resultado
é bonito, lisinho, sedoso. Mas doía e incomodava demais. Queria matar minhas amigas. Queria virar feminista, morrer peluda, protestar contra isso. Queria fazer passeatas, criar uma lei antidepilação cavada.
Mas eu ainda estou na luta...
Fica a minha singela homenagem para n
ós mulheres!



TEXTO DE VALERIA SEMERARO

 

_

--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "MISTURANDO IDEIAS" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para misturando-ideias@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para misturando-ideias+unsubscribe@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/misturando-ideias?hl=pt-BR.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] ENTRELACE FLUTUO NO TEU AMOR...ROSE AROUCK E JRONALDO.JR... ( FORMATAÇÃO BY ROSE.@ )

 
 
-----
 

 
 
FLUTUO NO TEU AMOR
ROSE AROUCK  JRONALDO.JR
 
Sou pluma ao vento quando estás
imperativo na flor do meu pensamento.
Suave e mágica, observando-te sozinho,
   entrego-me mansa nesse levitar...
planando sobre tua sede de carinho
Dissolvo-me na brisa e deixo o tempo me levar.
Em seu pensamento abro
uma janela e nele entro...
sou sua brisa a levitar
 quando aqui quiser chegar
é so me chamar
porque sempre estarei a te esperar!!!
 
 
 
FORMATAÇÃO BY ROSE.@
 
 


__._,_.___

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] Se você puder fazer alguma coisa por alguém...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

[MISTURANDO-IDEIAS] Doméstica pede aumento

- Madame, estou precisando de um aumento.
 
A senhora muito chateada pergunta:
 
- Maria, porque você acha que merece um aumento, você só está aqui há 3 meses.
 
- Madame, há três razões porque eu acho que mereço um aumento.
 
- Em primeiro  lugar eu passo as roupas melhor do que a senhora.
 
- Quem foi que disse isso?
 
- Foi o patrão quem disse.
 
- Em segundo lugar eu cozinho melhor do que a senhora.
 
- Que absurdo, quem disse isso?
 
- Foi o patrão quem disse.
 
- Em terceiro lugar eu sou melhor na cama que a senhora.
 
- Filha da Puta.
 
- Foi meu marido quem disse isso também?
 
- Não madame, foi o motorista.
 
Conseguiu o aumento...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS